quarta-feira, 5 de novembro de 2014

A mudança começa em nós

Serão anos duros para o PT e para Dilma.

Protestos, movimentos, forte oposição e um povo mais atento surgem para deixar claro que este governo precisará acertar mais, respeitar mais as instituições e o País.

Numa eleição que foi marcada pela mentira, desconstrução, desrespeito aos concorrentes, Dilma conseguiu, aos trancos e barrancos, a sua manutenção no poder.

Se por um lado seu governo apresentou inúmeros acertos, por outro lado, muito precisa ser feito ou pior, muito deixou de ser feito.

Fiar-se unicamente em políticas sociais e ao mesmo tempo, aparelhar a máquina pública, usurpar em todas as esferas parte do que pagamos de impostos talvez deixe de funcionar.
Serão dezesseis anos de PT, projetando mais oito, caso Lula retorne ao Poder. E Lula só voltará se tiver plena convicção de que ganhará. Ele não retornará no risco. Então, esperemos.

Não sou cegamente contra o PT, nem sou PSDB. Sou um cidadão que acredita num jeito de fazer política diferente.

Sou um cidadão que gostaria, por exemplo, de apresentar um Projeto numa Prefeitura e não precisasse ter que pagar nada além para quem aprova algo que seja de utilidade pública. Perdemos todos nós com estes pedágios criados por servidores, políticos e aproveitadores. Perdemos todos nós, com licitações de araque. Com parceiros escolhidos a dedo e a dinheiro.

Claro que existem os servidores honestos. Os que se indignam. E a estes declaro a minha admiração e respeito. Porém, em cada repartição, você encontrará o que de fato trava este País. Você encontrará aquele que finge que trabalha; aquele que rouba horas, tempo e que produz menos do que deveria. E de certa forma, isso também é uma forma de desvio.

Sem contar que ainda tem aquele que pede “uma caixinha” para liberar algo que depende dele. Ora é uma licença, um alvará, um parecer, um deferimento. É o tipo de corrupção que não aparece na mídia. É aquela em que corrupto e corruptor agem numa pequena escala. Faz parecer, para quem paga, que não se trata de nada demais. Para o que recebe, uma garantia, uma poupança para fazer aquela viagem, comprar aquele bem, ajudar nas despesas de casa.

Vamos começar a renovar este País. E o ponto de partida é a sua cidade. Fique atento. Fiscalize, cobre, denuncie e jamais se sujeite a fazer o papel do corruptor.

Daqui a dois anos renovaremos Câmaras Municipais e Prefeituras. Este será o momento de fazermos, de fato, grandes mudanças. Acompanhe desde já as biografias e ações destes que hoje estão no Legislativo. O quão relevante foram para o município. O quanto melhoraram a educação, a saúde pública, brigaram por segurança, por melhorias, pelo meio ambiente, pelos nossos impostos pagos.

Estamos juntos, nessa?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...