quarta-feira, 27 de julho de 2011

Viagem dos sentidos


Um olhar que enebria meus sentidos
E viajo na maciez da alva pele
Leve toque que aos poucos me revele
Os segredos e desejos escondidos

Somos dois, um no outro, tão perdidos
A paixão que nos deixa "a flor da pele"
Bem maior do que nós e nos impele
A viver um amor dos mais queridos

Da sua boca vem a calma de um sorriso
Uma paz bem na hora que eu preciso
Calmaria misturada com aventura

Da sua pele, que sem pressa eu aliso
Vejo versos surgidos do improviso
Tão intensos e tão repletos de candura

Especialmente para minha Princesa da Lua

"Vem o vento e vai passando pelas folhas
Varre o céu e vê o Cavaleiro do Luar'" 
Trecho da música Cavaleiro do Luar de Almir Sater

CARPE DIEM

4 comentários:

Alê disse...

Samuca,

Teu post me fez lembrar Zélia Duncan, e a música: 'sentidos'


Um beijo

disse...

Que lindo, Sá! Doces palavras, doce sentimento...

Samuel disse...

oi Alê! Vou até ouvi-la! Bom ver você por aqui!

Luciana Dimarzio disse...

Que poesia mais linda, Samuca! Parabéns!! Beijos,
Luciana Dimarzio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...