sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Poema das descobertas inúteis (e de coisas que ainda não sei ao certo)

Outro dia eu estava com tanta sede
Fui correndo beber água e tropecei
A dor foi tanta, que perdi a sede
Descobri que além da água
Tropeção também mata a sede
Por experiência própria
Escolha beber água
...
Correr de costas bem rápido
Dá uma sensação de voar
Dói apenas quando você cai
Descobri que voar pode doer
Descobri também por que os pássaros
preferem voar para frente
Pássaro exímio é o beija-flor
Que voa de fasto
...
No meio do barulho
Gritar pedindo silêncio
Aumenta o som do barulho
Melhor seria pedir barulho
Será que assim fariam silêncio?
...
Descobri que a gente 
só para de esquecer uma coisa
Quando se lembra dela
Lembrei disso agora...
...
Existem palavras que tranquilizam
Harmonia, carinho, paz, serenidade
Existem palavras que metem medo
Furúnculo, colostro, miséria
E pensar que não passam de letras juntas.
...
Quando menino eu ouvia ainda na escola
Ou da boca dos parentes
Que alguém tinha descoberto o Brasil
Eu ficava na cama, antes do sono chegar
Imaginando o tamanho do lençol...
...
Eu descobri outro dia
Que quando você tenta muito parar de pensar
O pensamento vem mais depressa
O melhor é fingir que nem liga pro pensamento
Ele vai embora.
...
Eu tenho provas concretas
que a morte não existe
todos os dias eu como algo
pra matar a fome
Ela renasce igualzinha no dia seguinte
Pra mim isso é prova incontestável.
...
Eu descobri
que andar em círculos
é o caminho mais longo
pra se chegar onde você já está.
...
Eu descobri
Que existem coisas sem pé e nem cabeça
É sabido que elas não pensam nada
E nem saem do lugar.
Talvez isso explique muitas coisas que não entendemos.

CARPE DIEM

5 comentários:

Paixão disse...

hahah curti
umas deveras muito sábias ...
outras de fazer rir um bocado

...
Descobri que a gente
só para de esquecer uma coisa
Quando se lembra dela
Lembrei disso agora...
...

rsrs

paiaço

beijosss!

Van *-* disse...


Quando eu falar sobre o descobrimento do Brasil para meus alunos me lembrarei de voce,com certeza!!
Gente grande não entende as coisas...

bjs

Sereia... disse...

Que maravilha de postagem!
São descobertas inúteis, mas bem inteligentes e verdadeiras.

Só não gostei dessa tal palavra: Furúnculo, ela é muito bem escrevida.

Beijos!

Thiara da Silva disse...

Aaah, adorei ^^

Descobri através das suas descobertas ^^

Alê disse...

...E que tentar não ser ingênuo, é nossa maior ingenuidade...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...