sábado, 4 de setembro de 2010

Raízes e frutos


Tal qual uma árvore, dependemos do solo em que fomos plantados (nossa família), dependemos dos nutrientes do solo (carinho) para crescermos, necessitamos da luz do sol (amor) e da água da chuva (vida). Desta forma, fincamos nossas raízes e crescemos rumo ao céu. Nossos galhos despontam (relacionamentos) e inúmeras folhas brotam ao longo dos mesmos (experiências). E são estas folhas que nos definem, nos harmonizam.

Em alguns momentos uns galhos pesam um pouco mais, outras vezes perdemos galhos importantes em alguma tempestade e outros nascem para nos completar. Alegramo-nos a cada novo relacionamento de amizade e afeto conquistado e sofremos a cada relacionamento findado. Ao longo desta existência aprendemos que as pessoas sempre estarão em transição em nossas vidas. Nós mesmos, somos seres em transição.

Ainda imaturos, sofremos com as perdas terrenas. Com sentimentos oriundos desta crosta. Afinal, no plano espiritual a harmonia e a essência de cada ser é o que prevalece. Ninguém é de ninguém, enquanto posse. E sim, todos se complementam, numa grande corrente de energia em harmonia.

Nossa luta diária é manter nossa árvore forte, com galhos resistentes às tempestades e raízes fincadas no solo de nossa trajetória.

De tudo isso, no fundo, sobra-nos os frutos. Nossos amigos, filhos, projetos, boas ações, respeito ao próximo e amor fraterno.

Vale à pena cuidar de nós. Vale à pena buscar a harmonia, mesmo que em princípio ela venha disfarçada de caos. Afinal, é na desordem que estabelecemos uma nova ordem.

Um sentimento bom começa a surgir. É a sensação boa daquele quem está sendo verdadeiro e leal com sua história e com pessoas queridas. Que apesar, da dor orgulhosa do agora, uma alegria sincera, será entregue a cada um daqueles que carrega em si, o dom de ser feliz, de ser bom.

Quantos frutos bons e saborosos somos capazes de gerar ao longo de uma vida. E o desejo sincero que fica é que estes frutos se multipliquem e transformem dor em aprendizado.

Que a paz e a luz esteja com cada um que me acompanha.

CARPE DIEM


Um comentário:

blogdomacagnan disse...

É o ciclo (ou milagre?) da vida em suas nuances a nos encantar e nos levar a refletir. Boa, Samuca!

Vai aí mais um selo pra tua coleção:

http://blogdomacagnan.blogspot.com/2010/09/de-volta-e-com-o-seu-chico.html

Um grande abraço, amigo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...