terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Ouvir é diferente de escutar

Nos dicionários as palavras ouvir e escutar querem dizer praticamente a mesma coisa. São sinônimas. Porém na prática elas têm sentidos diferentes. Usando ainda o dicionário, ouvir seria "percerber, entender (os sons) pelo sentido da audição". Viram que bela definição?
É muito mais que usar as propriedades auditivas das quais fomos dotados. É entender e perceber!
...
E ninguém percebe ou entende algo se não estiver atento! E aqui é onde reside toda a diferença entre uma definição e outra.
...
Você pode escutar mil sons ao mesmo tempo. Buzinas dos carros, o rádio que toca na sala ao lado ou no vizinho, telefones, teclados sendo digitados, sons dos motores dos carros que passam, pássaros que cantam, ruídos diversos que se propagam ao seu redor. Dependendo do seu nível de concentração no que está fazendo é bem capaz que você não perceba a grande maioria destes sons rotineiros.
...
E você se acostuma tanto com os sons e ruídos que perde a capacidade de "perceber" o que são os sons. E tem um som especial que ainda não foi citado. O som da nossa voz. Interagimos com inúmeras pessoas, durante o dia. Algumas mais próximas, outras nem tanto. E o que fazemos? Escutamos apenas. Da mesma forma que escutamos um ruído ou um som externo. A pessoa fala, você parece que entende e pronto.Acabou-se de se perder um diálogo.
...
Para ouvir mesmo, de verdade, é necessário dedicação. É preciso fechar os ouvidos para todos os outros sons e dedicar-se àquela voz. Daquela pessoa. E perceber e entender o que ela realmente está falando.
...
Entender algo requer mais recursos de outros sentidos, não apenas o da audição. É necessário ver a pessoa. Seus gestos e expressões.
...
É preciso tato, para sentir a pessoa, quando necessário, dependendo da proximidade. Ela aparenta calma, porém suas mãos estão suadas. Um suor frio. Ela não está tranquila, você percebe no toque.
...
Outras vezes, para ouvir, é necessário recorrer ao paladar. A pessoa te fala, "olha como isso está gostoso!" E você pode apenas escutar e responder, "verdade, parece mesmo" ou você pode ouvir, e provar um pouco. Enquanto seus olhos se fecham, para sentir melhor o sabor você responde, "nossa! Está uma delicía mesmo!".
...
Ouvir é estar inteiro com o outro. É abrir mão do próprio ponto de vista e procurar entender o do outro. As pessoas, à sua volta, vivem enviando sinais, necessidades, mensagens... Muitas vezes você apenas as escuta e não as ouve.
Experimente ouvir. Você verá como as pessoas são incríveis. Como os sons à sua volta são incríveis.
...
Onde moro, no inicio da manhã, centenas de passarinhos acordam nas árvores, pertinho de casa. É uma sinfonia. Lindo. Adoro ouvi-los. Mesmo quando ainda estou com aquele sono insistente. O tempo passa e começo a me deliciar com esse privilégio. Você tem passarinhos que cantam de manhanzinha? Aproveite. Não tem? Que pena. Seria o máximo!
...
Nos reencontraremos logo, logo. De ouvidos bem abertos e olhos bem atentos.
...
Afinal, sempre tem algo acontecendo. Sempre!

Um comentário:

Grazi disse...

Escutar e ouvir são a mesma coisa.

Apenas há maneiras diferentes de se fazer isso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...