sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Criança é tudo de bom!


Vocês gostam de crianças?
Eu adoro! De verdade! 

As crianças têm umas sacadas...que vou te contar. Elas são mágicas!

Simplificam tudo. Na verdade, elas descomplicam tudo.

Vou contar uma história de como criança é simples e direta:

"Seus pais resolvem trocar de carro. Talvez por um mais antigo, visando reduzir gastos. Eles estão contrariados e até tristes, pela possibilidade der ter que trocar o carro novo por um mais antigo....Aquela sensação esquisita.

Trocam de carro. E chegam com o novo "carro antigo". No íntimo, aquela sensação de "ter feito o certo". Que não havia outra solução. E assim seguem."

Agora vamos para o outro lado: O da criança.

Papai, mamãe, vocês vão buscar o carro novo? Que legal!
Chega o carro novo (na verdade mais antigo):

"Nossa que carro bonito! É mais legal que aquele outro.
Estou mais alto no meu cadeirão! Adorei esse carro novo! Era da cor que eu queria e até a música dele é mais legal."

Os pais começam a rir. Claro. Haviam aprendido uma liçãozinha naquele exato instante:
"Tudo é uma questão de ver as coisas pelo lado bom. Pelo nosso lado criança"

Agora sabe o que é mais legal de tudo? É que cada um de nós tem uma criança esperta e livre dentro de si. Muitas dessas crianças estão tão quietinhas, sufocadas, que demoram um pouco à dar as caras. Outras, vivem estampadas nos rostos de seus adultos. 

Que tal, ver aquele problema, aquela mudança ou crise com os olhos e coração de sua criança. Acredite! Faz muita diferença!

Até o som fica mais bonito!

CARPE DIEM

5 comentários:

Deah disse...

Parabéns pelo blog,
mto bom, seus textos "singelos"
me encantou..rsrs
abraço

Helen disse...

é verdade mesmo, criança sempre vê tudo pelo lado bom!

Niña disse...

Que lindo Samuka...
que bom que tenho meu lado criança tão presente rsrs

Realmente...Como td é mais lindo através dos olhos de uma criança!!!

Bjinhos

mia disse...

Concordo com tudo! Criança tem o olhar mágico mesmo.
Lembro-me bem de quando eu era menina, transformava todo cajueiro em um castelo, mas é claro que eu tinha um preferido(um no meio do campo), lembro-me de como eu acreditava que correndo bem rápido até um pequeno barranco e de lá dando um grande salto eu poderia voar, e ainda fazia com que as outras crianças acreditassem nisso também, imagina um bando de pirralho correndo, pulando dum barrando, caindo no chão e ainda discutindo quem voou mais alto rsrsrs. E quando brincávamos com nossa tia mais nova de casinha...ah! isso que era mágico mesmo; acordávamos de brincadeira e havia café, almoço e jantar, e todas as refeições eram fruta-pão cozido e chá, tudo feito ao fogo de lenha. Um detalhe, fruta-pão era um alimento que a criançada achava insuportável, mas na brincadeira parecia delicioso, isso num tempo em que não havia comida o suficiente para todos, e comíamos aquela fruta com tanto gosto de verdade e de brincadeira. Lembrando também do lanche(bolinhos de terra confeitados de flores e folhas)e assim ia várias mãozinha do bolo pra perto da boca, todo mundo lanchando feliz.
Você mais uma vez me fez lembrar de uma época maravilhosa da minha vida, a época mais mágica depois da magia de ter um ser miúdo no ventre.
Sinto-me muito feliz de compartilhar mais essa.

Até!

Paulinha disse...

Oi...
O Pedro é mesmo demais! Menino sensível e especial!
Já estou com saudades de vcs!
Qdo vão vir prá cá? A terrinha das montanhas está esperando vcs!!!
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...