terça-feira, 11 de novembro de 2008

Abraço (...ou coisas que deveríamos praticar sempre!)



Você gosta de abraçar? E ser abraçado? Tem gente que não gosta. Ou melhor, tem gente não suporta mesmo! Recua, quando vê aquela pessoa vindo em sua direção, com braços estendidos, abertos, prontos para o grande abraço!

...
Agora vamos lá. Imagine-se capaz de estar dentro de uma pessoa, que deseja abraçar alguém. O que o motiva nesta demonstração de carinho, nesta autoexposição, em correr o risco do outro recuar, bem no momento do abraço ou pior ainda - retribuir de maneira fria, sem graça, sem "empolgação"!
...
Sempre penso nisso, quando alguém quer me abraçar, meio assim, de surpresa. Recuar nem pensar! Frieza, pior ainda! Procuro ser digno daquela motivação do outro em demonstrar-me apreço e carinho.
...
E o abraço tem um poder incrível! 
Até por suas características.
Abraço é envolvente!
É carinhoso!
É acolhedor!
...
E o abraço tem muitas variações:
Tem o abraço dos namorados
O abraço do pai que consola o filho
O abraço de saudade
O abraço de despedida
Tem aquele outro que é o abraço que é cheio de frases, em seu silêncio:
"Olha, estou aqui. Fique tranquilo(a). Tudo vai dar certo."
Ali. Em silêncio. Tudo é dito neste abraço falante.
Tem o abraço da vitória
Aquele que é solidário
Aquele é voluntarioso
Abraço de amigo
Abraço de irmão
...
Assim como os abraços bons, distinguimos logo, um abraço ruim (existe? pior que existe). Sabe aquele abraço frio? Pois é. Tem aqueles que abraçam a distância. Não querem se aproximar. É aquele que não permite conhecer-se, com a proximidade. Tem aquele abraço meio que de lado. A pessoa não se envolve com o ato de abraçar. Tem aquele abraço pensando noutra coisa, bem longe dali. Do abraço.
...
Abraço, como tudo na vida, precisa de dedicação ao momento. Aos segundos que ele dura!
Já observou como uma pessoa fica feliz com um abraço verdadeiro? Abraço é irmão do sorriso, sabia?
...
Pode ver. Antes, durante ou após um abraço, lá esta ele: O sorriso!
...
E por falar em abraço, pare de passar vontade. Abrace mesmo! De verdade. Fará bem pra você e para a pessoa abraçada.
...
Sentiu-se bem com a ideia? Ok! Então....sinta-se abraçado(a) neste exato momento!


CARPE DIEM!

6 comentários:

Sandy disse...

Me senti abraçada paiê...
Outro abraço pra vc

kristiny_concha disse...

eu gosto de abraços!
um abraço pra vc tb

Aninha*** disse...

nossa...que abração ...rsrsrsrs...
bjus

Aninha ***

Helen disse...

um abraçãaaaao!

te amo!

mia disse...

Meu Deus! Como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço...
uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira,
circula e pronto: está dado o laço.

É assim que é o abraço: coração com coração, tudo
isso cercado de braço.

[...]

Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço.

mário quintana



um abraço cheio de calor pra ti!

Mike disse...

Dá aqui um abraço!! =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...